Search
Close this search box.

Nacional

TV Feira é a nova integrante da RNCP

Publicado

em

A programação da TV Brasil chega à maior cidade do interior do nordeste com a nova integrante da Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP), a TV Feira, emissora ligada à prefeitura de Feira de Santana, na Bahia. O novo canal entra no ar nesta sexta (1º) e alcançará a região metropolitana da cidade por meio do dial 2.1 HD.

O acordo foi assinado em julho de 2021, com o objetivo de dar início à implantação e operacionalização do novo canal neste ano. A parceria levará à região a diversidade e qualidade dos conteúdos da TV Brasil, incluindo a transmissão dos canais da multiprogramação – TV Brasil/TV FEIRA, TV Brasil 2, Canal Educação e Canal Saúde. O sinal da emissora estará disponível para mais de 700 mil telespectadores.

Com a nova integrante, a EBC completa mais uma etapa do planejamento estratégico de ampliação do sinal da TV Brasil, Rádio Nacional e Rádio MEC a todo o país por meio da RNCP. “Até o ano de 2023, queremos estar em todas as capitais brasileiras, e contamos com parcerias como essa, da TV Feira, para alcançar esse objetivo, para que a população conheça a qualidade das nossas produções e também das emissoras afiliadas à Rede Nacional de Comunicação Pública”, declara o presidente da EBC, Glen Valente.

A população será beneficiada com a ampliação do acesso às produções regionais, mostrando potencialidades de Feira de Santana para todos os brasileiros por meio de conteúdos artísticos e pautas ligadas à educação, cultura, empreendedorismo e ao turismo. Além disso, como parceira da RNCP, a TV Feira poderá contribuir com pautas jornalísticas nos noticiários nacionais da TV Brasil.

Sobre a RNCP

Formada por 58 emissoras, a Rede Nacional de Comunicação Pública de TV tem o objetivo de difundir as produções da TV Brasil, além de fortalecer a produção regional por meio do intercâmbio de conteúdos artísticos e jornalísticos.

A afiliação à RNCP é firmada por meio de contratos e acordos de cooperação nos quais as emissoras se comprometem a transmitir a programação da TV Brasil e a participar de coberturas especiais. Em contrapartida, a EBC disponibiliza sua rica programação, conteúdos jornalísticos de relevância nacional, realiza suporte técnico, capacitação e cessão de equipamentos.

Como sintonizar a TV Brasil

Acompanhe a programação da TV Brasil pelo canal aberto, TV por assinatura e parabólica. Sintonize: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar.

Seus programas favoritos estão no TV Brasil Play, pelo site play.ebc.com.br ou por aplicativo no smartphone. O app pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android e iOS. Assista também pela WebTV: tvbrasil.ebc.com.br/webtv.

Fonte: EBC Geral

Comentários do Facebook

Nacional

Brasil reduz dependência de petróleo e gás natural na oferta de energia da matriz energética

Publicados

em

Relatório elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) em parceria com o MME evidencia o recuo da participação de fontes fósseis na última década aponta avanços do país dentro da transição energética

Nos últimos 10 anos, o Brasil tem feito uma significativa transformação na matriz energética, conforme revelado pelo Balanço Energético Nacional (BEN) 2024, elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) em parceria com o Ministério de Minas e Energia (MME). Os dados, divulgados nesta semana, demonstram uma queda na participação de petróleo e derivados, que passou de 39,2% para 35,1%, e do gás natural, de 13,5% para 9,6% no período. A mudança aponta os avanços do país na diversificação e sustentabilidade da oferta energética nacional.

“A redução na dependência de fontes fósseis reflete o nosso esforço contínuo para fortalecer a renovação do setor energético nacional. Nos últimos anos, nossas políticas públicas e investimentos estratégicos têm impulsionado o crescimento de fontes alternativas, como energia solar, eólica e biomassa. Essa transição contribui significativamente para a mitigação das emissões de gases de efeito estufa (GEE)”, destaca o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

Com vasto potencial natural, o Brasil se posiciona como líder emergente na transição energética global, como aponta relatório do Fórum Econômico Mundial divulgado nesta semana. À medida em que o país reafirma o compromisso com a inovação e a sustentabilidade, a redução na dependência de petróleo e gás natural pode ser um catalisador para um futuro energético mais limpo e seguro para todos os brasileiros.

Mais informações sobre o BEN  O Balanço Energético Nacional divulga, anualmente, uma extensa pesquisa e a contabilidade de dados relativos à oferta e consumo de energia no Brasil, levantados pela EPE. O relatório contempla as atividades de extração de recursos energéticos primários, sua conversão em formas secundárias, a importação e exportação, a distribuição e o uso final da energia.

Até a próxima semana, o Ministério de Minas Energia divulgará uma série de matérias detalhando os principais destaques do BEN 2024 em relação aos setores de energia elétrica, planejamento energético, petróleo, gás natural e biocombustíveis.

Comentários do Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA