Nacional

Secom estreia videocast nesta quinta-feira (22/2), com episódio sobre o Bolsa Família

Publicado

em

Em forma de bate-papo, podcast em vídeo traz gestores dos ministérios para explicar de forma simples as políticas do Governo Federal para a população

esta semana o Governo Federal estreia um podcast em vídeo, uma opção diferente para dialogar com a população e divulgar informações sobre os programas do Executivo que fazem a diferença na vida das pessoas. O lançamento do “Me conta, Brasil” será nesta quinta-feira, 22 de fevereiro. O programa vai ao ar no canal de Youtube da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República.

Queremos detalhar a relevância de cada ação e mostrar como esses programas de saúde, educação, segurança e moradia transformam a vida do cidadão” Paulo Pimenta, ministro da Secom

Toda semana, um episódio novinho com temas de interesse do brasileiro será apresentado. O primeiro é sobre o Bolsa Família, principal estratégia de transferência de renda do Governo Federal, que completou 20 anos. Logo na sequência, um programa para desenrolar a vida dos endividados.

A ideia é que o videocast seja um espaço de bate-papo para explicar — de forma simples e didática — como as pessoas podem garantir os seus direitos e se beneficiar com as ações federais. A cada apresentação, dois ou mais porta-vozes de diferentes ministérios devem participar do diálogo.

“É nosso novo canal de comunicação”, afirma o ministro da Secom, Paulo Pimenta. “Queremos detalhar a relevância de cada ação e mostrar como esses programas de saúde, educação, segurança e moradia transformam a vida do cidadão”.

Será um ponto de encontro das políticas públicas. A área da Educação vai falar com o Desenvolvimento Social. A Saúde vai bater um papo com o Esporte. A Habitação vai compor com os Transportes. A Justiça, com Mulheres. Todos, no fim das contas, vão estar dispostos a conversar com a população, que também terá lugar no podcast para contar as suas histórias de vida e tirar dúvidas com o governo.

Quer saber como o Kellison deixou de ser um beneficiário e começou a trabalhar como gestor do Bolsa Família? Ou se emocionar com a trajetória da Nayara, filha de um vendedor de água de coco de Santa Leopoldina (ES) que virou médica no Mais Médicos? Tem ainda a história da Joelfa, do Piauí, que virou a página da violência doméstica e hoje ajuda outras mulheres, vítimas de abuso, e muito mais! Tudo isso no “Me conta, Brasil”!

 

SERVIÇO

Estreia do Me Conta, Brasil!
DATA: 22 de fevereiro (quinta-feira)
LINK: Canal da Secom no YouTube – https://youtube.com/secomvc

Comentários do Facebook

Nacional

Confira estados e municípios contemplados na seleção do Minha Casa, Minha Vida Rural e Entidades

Publicados

em

Foram selecionadas 37 mil unidades habitacionais na modalidade Entidades e 75 mil na Rural

Confira o resultado das seleções de duas modalidades do Minha Casa Minha Vida: Entidades e Rural, anunciado nesta quarta-feira, 10 de abril, em evento no Palácio do Planalto. As modalidades têm por objetivo oferecer moradia para a população urbana organizada e para agricultores familiares, povos indígenas, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais e povos e comunidades tradicionais residentes em áreas rurais.

As Seleções do MCMV Entidades e Rural foram realizadas por meio das portarias MCID Nº 743, de 20 de junho de 2023 e MCID nº 862, de 4 de julho de 2023. Entidades organizadas de Movimentos Sociais, prefeituras e governos estaduais enviaram propostas que foram analisadas e selecionadas de acordo com os critérios previstos nas portarias de seleção.

 

Principais números do Minha Casa, Minha Vida

Foram selecionadas 37 mil unidades habitacionais na modalidade MCMV Entidades com investimentos totais previstos de R$ 6 bilhões. Na modalidade MCMV Rural a seleção contempla 75 mil unidades habitacionais com investimentos totais previstos de R$ 5,6 bilhões.

 

ENTIDADES –  A modalidade concede financiamento subsidiado a pessoas físicas para produção de unidades habitacionais para famílias residentes em áreas urbanas. As entidades devem estar organizadas por meio de entidades privadas sem fins lucrativos. É realizado com recursos do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).

RURAL – Subsidia a produção ou a melhoria de unidades habitacionais para agricultores familiares, trabalhadores rurais e famílias residentes em área rural. O programa pode ser acessado em duas modalidades: subsidiado e financiado. A modalidade subsidiada, objeto desta seleção, é operada com recursos do Orçamento Geral da União. O MCMV Entidades atende famílias com renda mensal de até R$ 4.400,00 em áreas urbanas; e o MCMV Rural – Faixa 1, objeto da presente seleção, atende famílias com renda anual de até R$ 31.680,00, em áreas rurais.

Comentários do Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA