Search
Close this search box.

Caldas Novas

Daniel Vilela visita obras de tratamento de água em Caldas Novas

Publicado

em

Construção vai duplicar capacidade de abastecimento de água do município, que recebe mais de 5 milhões de turistas por ano

Caldas Novas tem cerca de 98 mil habitantes, mas, durante temporada de férias e feriados, a população sofre um salto: são quase 5 milhões de turistas por ano, vindos de todos os lugares do Brasil. Para dar conta dessa demanda, está sendo construída uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA) de Caldas Novas. Nesta quarta-feira (24/01), o vice-governador do estado de Goiás, Daniel Vilela, visitou as obras, que já estão 80% concluídas.

“É uma obra muito importante para o desenvolvimento, para a infraestrutura da cidade, uma obra que já estava demandada pelo crescimento populacional ao longo dos últimos anos e que o prefeito Kleber Marra, com muita responsabilidade, oferece essa condição a toda a população de Caldas Novas. Essa obra está possibilitando novos investimentos, a ampliação da cidade e, naturalmente, a solução de um problema vivido por muitas famílias”, afirmou Daniel Vilela.

O prefeito de Caldas Novas explicou que a municipalização da água foi promovida há 28 anos, durante gestão do governador Maguito Vilela, pai de Daniel. Ele ainda frisou que, atualmente, “Daniel anda de mãos com Ronaldo Caiado, ajudando a colocar o estado de Goiás no progresso, e consequentemente Caldas Novas no futuro”. Segundo ele, “a nova ETA está preparando a cidade para um crescimento imobiliário estimado daqui a 10 anos”.

Para o líder Legislativo Municipal, vereador Andrei Rocha, as obras atuais são fundamentais para o município. “Ao longo dos anos, Caldas Novas sofre com problemas variados provocados pelo crescimento desordenado. Trazer importantes obras é fundamental para que a cidade não perca oportunidades”.

Segundo o diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Demae), Rafael Marra, o sistema da nova estação de tratamento é o mais moderno do país, por isso as obras estão avançando com rapidez. O município, que hoje trata 26 milhões de litros de água por dia, passará a tratar 52 milhões quando a nova estação ficar pronta, duplicando, portanto, a capacidade. A obra da nova estação de tratamento de água faz parte do programa Caldas Avança, que está com obras em andamento por toda a cidade.

Além das obras de infraestrutura, pavimentação e recapeamento, um dos focos do programa é a ampliação da capacidade de captação e tratamento de água no município. Neste ano, a Prefeitura de Caldas Novas já realizou a ligação da segunda adutora da cidade e entregou, no Jardim Prive, um reservatório capaz de armazenar 500 mil litros d’água, o que resolve o problema histórico de desabastecimento na região.

Rodovias
Durante a agenda em Caldas Novas, o vice-governador ainda destacou os investimentos que o Governo do Estado tem feito na infraestrutura viária. Para chegar e sair de Caldas Novas, a população e turistas terão, em breve, mais conforto, com a duplicação da rodovia GO-213, até Morrinhos, e da GO-139, até Piracanjuba. “É um investimento de R$ 400 milhões, que reforça o compromisso do governo de Ronaldo Caiado com a cidade”, destacou Daniel Vilela.

Foto: André Costa / Vice-Governadoria | Governo de Goiás

 

 

Comentários do Facebook

Caldas Novas

MPGO destina mais de r$ 50 mil de acordos penal firmados em mutirão em Caldas Novas

Publicados

em

O Ministério Público de Goiás (MPGO), por meio da 7ª Promotoria de Justiça de Caldas Novas, destinou um total de R$ 52.283,00, oriundos de Acordos de Não Persecução Penal (ANPPs), para iniciativas sociais na comarca. Os recursos foram obtidos durante mutirão realizado entre os dias 25 e 27 de junho, e no dia 5 de julho.

Conforme explica a promotora de Justiça em substituição na 7ª PJ da comarca, Fabiana Cândido, do total, R$ 29.268,00 serão destinados à Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG), entidade mantenedora do Hospital de Câncer Araújo Jorge.

Outros R$ 10.248,00 servirão à reparação de danos às vítimas. Além disso, ficou definida a perda de fianças prestadas, a serem revertidas em favor do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), no valor de R$ 12.767,00.
Ao todo, foram celebrados 20 acordos on-line, pela plataforma Zoom, dos quais 15 já foram homologados pela 2° Vara Criminal de Caldas Novas. (Texto: Cristiani Honório/Assessoria de Comunicação Social do MPGO)

Comentários do Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA