Nacional

RJ: ação apreende drogas sintéticas em encomendas postais em aeroporto

Publicado

em

Em ação conjunta, a Receita Federal e a Polícia Civil do Rio de Janeiro apreenderam hoje (30) drogas sintéticas, maconha, crack, skunk e haxixe em encomendas postais domésticas no Aeroporto Internacional do Rio/Galeão. O trabalho contou com a participação de cães farejadores da Receita Federal do Brasil.

A investigação começou em setembro deste ano, quando passou a ser obrigatório informar o CPF do remetente em todas as remessas postais do país. Uma remessa de R$ 1,2 mil comprimidos de ecstasy foi apreendida em Fortaleza (CE) e o mesmo remetente tinha enviado drogas para destinatários de outros estados, inclusive o Rio de Janeiro.

A partir desses dados foi possível identificar um padrão na remessa de entorpecentes, muitas vezes com indícios de tráfico, tendo em vista a grande quantidade de drogas enviadas em uma mesma encomenda. Sendo assim, solicitou-se aos Correios a retenção de mais de 2 mil remessas suspeitas, algumas originadas no Rio de Janeiro e outras com destinatário na cidade.

Participaram da operação servidores da Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal na 7ª Região Fiscal (RJ/ES), agentes da Delegacia do Aeroporto Internacional e da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Civil, além de peritos do Instituto Félix Pacheco (IFP) .

A quantidade de drogas apreendida bem como o valor dessas apreensões ainda está sendo contabilizado pelas duas  instituições envolvidas na apreensão.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Geral

Comentários do Facebook

Nacional

Confira estados e municípios contemplados na seleção do Minha Casa, Minha Vida Rural e Entidades

Publicados

em

Foram selecionadas 37 mil unidades habitacionais na modalidade Entidades e 75 mil na Rural

Confira o resultado das seleções de duas modalidades do Minha Casa Minha Vida: Entidades e Rural, anunciado nesta quarta-feira, 10 de abril, em evento no Palácio do Planalto. As modalidades têm por objetivo oferecer moradia para a população urbana organizada e para agricultores familiares, povos indígenas, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais e povos e comunidades tradicionais residentes em áreas rurais.

As Seleções do MCMV Entidades e Rural foram realizadas por meio das portarias MCID Nº 743, de 20 de junho de 2023 e MCID nº 862, de 4 de julho de 2023. Entidades organizadas de Movimentos Sociais, prefeituras e governos estaduais enviaram propostas que foram analisadas e selecionadas de acordo com os critérios previstos nas portarias de seleção.

 

Principais números do Minha Casa, Minha Vida

Foram selecionadas 37 mil unidades habitacionais na modalidade MCMV Entidades com investimentos totais previstos de R$ 6 bilhões. Na modalidade MCMV Rural a seleção contempla 75 mil unidades habitacionais com investimentos totais previstos de R$ 5,6 bilhões.

 

ENTIDADES –  A modalidade concede financiamento subsidiado a pessoas físicas para produção de unidades habitacionais para famílias residentes em áreas urbanas. As entidades devem estar organizadas por meio de entidades privadas sem fins lucrativos. É realizado com recursos do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).

RURAL – Subsidia a produção ou a melhoria de unidades habitacionais para agricultores familiares, trabalhadores rurais e famílias residentes em área rural. O programa pode ser acessado em duas modalidades: subsidiado e financiado. A modalidade subsidiada, objeto desta seleção, é operada com recursos do Orçamento Geral da União. O MCMV Entidades atende famílias com renda mensal de até R$ 4.400,00 em áreas urbanas; e o MCMV Rural – Faixa 1, objeto da presente seleção, atende famílias com renda anual de até R$ 31.680,00, em áreas rurais.

Comentários do Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA