Agro

Governo de Goiás entrega máquinas agrícolas a 22 prefeituras

Publicado

em

Equipamentos foram adquiridos pela Seapa com recursos de emendas da bancada federal goiana no Congresso Nacional. Objetivo é apoiar agricultura familiar

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), entregou nesta segunda-feira (27/11) 46 máquinas e equipamentos para apoiar atividades da agricultura familiar em 22 municípios goianos. A solenidade foi realizada na sede da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), em Goiânia, e contou com a presença de gestores estaduais e federais, deputados federais goianos, prefeitos e secretários municipais.

Foram firmados termos de cessão de uso para 22 tratores agrícolas, 13 grades aradoras, duas retroescavadeiras, dois distribuidores de calcário, duas plantadeiras adubadeiras, duas colhedoras de forragens, uma carreta reboque, um caminhão basculante e um caminhão compactador. Os itens foram adquiridos pela Seapa com recursos de emendas da bancada federal goiana no Congresso Federal. A Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) repassou R$ 7 milhões por meio de convênios com contrapartida do Governo de Goiás.

Governo de Goiás entrega 46 máquinas e equipamentos para apoiar atividades da agricultura familiar em 22 municípios goianos

Governo de Goiás entrega 46 máquinas e equipamentos para apoiar atividades da agricultura familiar em 22 municípios goianos

Em seu discurso, o secretário Pedro Leonardo Rezende agradeceu aos deputados federais pela destinação de emendas e destacou a importância de fazer o maquinário chegar aos municípios. “Estes equipamentos são importantes para desenvolver políticas públicas voltadas para a agricultura familiar, como apoiar os produtores que participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Como entes públicos, nosso dever é proporcionar condições para que estes agricultores familiares participem do processo de crescimento do agronegócio goiano como um todo. Todos eles têm direito de usufruir deste bom momento por meio da inclusão produtiva”, afirmou.

Anfitrião do evento, o presidente da Emater, Rafael Gouveia, lembrou que o agricultor familiar geralmente não tem condição de adquirir tratores e outras máquinas de maior porte. “Eles recorrem às prefeituras, então, com a ida destas máquinas para os municípios, os prefeitos passam a ter meios para atender esses produtores, auxiliando para que possam avançar nas suas atividades”, afirmou. Gouveia também ressaltou a importância da parceria entre Seapa, Emater e bancada federal goiana. “Juntos, estamos estendendo a mão para aqueles que mais precisam”, concluiu.

Coordenadora da bancada goiana no Congresso Nacional, a deputada federal Flávia Morais citou o empenho dos parlamentares em destinar recursos aos municípios e garantiu mais recursos para máquinas e equipamentos. “Está mantida a emenda da bancada para o ano que vem. Vamos trabalhar para levar mais máquinas aos municípios, de forma que os prefeitos possam entregar mais aos pequenos produtores”.

O prefeito de Hidrolina, Eli Siqueira, falou em nome dos gestores municipais que assinaram os termos de cessão de uso das máquinas e equipamentos. Ele destacou o perfil municipalista da gestão do governador Ronaldo Caiado e agradeceu ao Governo de Goiás e à bancada federal goiana pela iniciativa. “Se não houvesse emendas, ficaria inviável administrar os municípios. São benefícios grandes. Ficamos eternamente agradecidos”, declarou. Além de Hidrolina, foram beneficiados os municípios de Avelinópolis, Catalão, Itapaci, Faina, Cavalcante, Iporá, Itapuranga, Serranópolis, Palestina, Firminópolis, Bonfinópolis, Paranaiguara, Sítio d’Abadia, Turvânia, Ipameri, Formoso, Pontalina, Rialma, Campinaçu, Ceres e Davinópolis.

As 46 máquinas e equipamentos entregues nesta segunda-feira se somam agora a outros 951 bens já repassados pelo Governo de Goiás desde 2019, dentro do projeto Mecaniza Campo. O total de municípios beneficiados chega a 243, com mais de R$ 202 milhões em investimentos realizados.

Fotos: Seapa / Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Governo de Goiás

Comentários do Facebook

Agro

Mapa marca presença na Gulfood em Dubai e reforça papel do Brasil em exportações do agro

Publicados

em

Feira é considerada a maior de alimentos e bebidas do Oriente Médio e uma das maiores do mundo

Considerados o 13º maior comprador de produtos do agronegócio brasileiro, os Emirados Árabes Unidos sediam, nesta semana em Dubai, a 29ª edição da Gulfood, a maior feira de alimentos e bebidas do Oriente Médio e uma das maiores do mundo. Com uma parceria institucional firmada com o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), o evento também teve a participação de uma delegação representando o Mapa.

O secretário de Comércio e Relações Internacionais, Roberto Perosa, o secretário-adjunto, Julio Ramos, e o diretor de Promoção Comercial e Investimentos, Marcel Moreira, estiveram presentes junto à delegação brasileira em seis pavilhões. Os espaços foram organizados especialmente pela Apex Brasil e entidades setoriais, como a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), reunindo cerca de 120 empresas brasileiras.

Com a expectativa de movimentar US$ 2,4 bilhões em negócios para o Brasil, um dos destaques do agronegócio brasileiro na feira são as proteínas animais, especialmente a carne de frango halal, produzida conforme os preceitos e tradições islâmicas. Atualmente, o país é o maior exportador mundial de carne halal e, segundo especialistas, a tendência é que as exportações brasileiras para esse mercado continuem crescendo. Somente no ano passado, o Brasil exportou para os Emirados Árabes US$ 2,33 bilhões em produtos do agro, com a carne representando 54% do total comercializado.

“Atendendo ao pedido do ministro da Agricultura, Carlos Fávaro, visitamos a Gulfood e todos os expositores brasileiros presentes. A feira tem sido extremamente positiva, com mais de 120 empresas brasileiras participantes conseguindo realizar vendas, o que contribui para o sucesso e desenvolvimento do interior do país. Isso facilita o escoamento da produção brasileira, abre novos mercados e traz oportunidades significativas aos nossos produtores”, afirmou Roberto Perosa.

A feira possui localização estratégica, pois Dubai é um ponto de encontro internacional entre exportadores e importadores, especialmente dos países árabes, da Ásia e da África, mercados de extrema relevância para o agronegócio brasileiro. Mais de 150 mil visitantes de todo o mundo passam pelo local.

“O governo brasileiro, mais uma vez, demonstra seu compromisso, dialogando diretamente com as empresas. O apoio constante que temos recebido, evidenciado pela abertura de tantos novos mercados e pela implementação de novos programas, reflete as cifras que apresentamos ao Presidente da República: nos últimos 20 anos, os setores bovino, suíno e de aves geraram para o Brasil mais de um trilhão e duzentos e cinquenta bilhões de reais em receitas cambiais. É esse impacto que a presença do Ministério da Agricultura na feira amplifica, reafirmando o Brasil como um dos principais players globais no mercado de proteínas”, destacou Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Do Brasil, também são parceiros institucionais da Gulfood a Embaixada do Brasil em Abu Dhabi, Ministério das Relações Exteriores (MRE), Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e as entidades setoriais: ABIARROZ, BSCA, ABPA, ABRAFRUTAS, ABIEC e IBRAFE.

Comentários do Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA