Cidades

Caiado vistoria obras que vão potencializar economia no Noroeste goiano

Publicado

em

Governador conferiu trabalhos na GO-454, no trecho que liga a GO-164 a Cocalinho (MT), e GO-230, entre a GO-070 e Distrito de Lua Nova, em Matrinchã

O governador Ronaldo Caiado vistoriou, neste sábado (29/07), obras de infraestrutura em duas importantes rodovias do Noroeste goiano, na região do Vale do Araguaia. A primeira vistoria foi no município de Nova Crixás, na pavimentação da GO-454, no trecho que liga a GO-164 à divisa entre Goiás e Mato Grosso, próximo a Cocalinho. Um acesso importante entre os estados, que garantirá avanço no escoamento de grãos e na trafegabilidade da população.

“São obras estratégicamente analisadas, vão movimentar a região, trazer riqueza e oportunidades de empregos. Promover ainda mais o desenvolvimento”, afirmou o governador Ronaldo Caiado. O chefe do Executivo goiano frisou que em sua gestão a região será bem atendida. “O Vale do Araguaia saiu do isolamento. O Mato Grosso vai se beneficiar disso tudo também”, frisou.

Com uma extensão total de 51,2 km, a obra da GO-454 já foi executada em mais da metade (59,17%). Ao todo, os investimentos previstos no contrato são de R$ 64,52 milhões. Com a entrega, a população de Cocalinho e região vai ganhar uma via de acesso mais rápida até Goiânia, em comparação com a distância até Cuiabá, capital mato-grossense.

Obra de pavimentação da GO-454, no trecho que liga a GO-164 à divisa entre Goiás e Mato Grosso, na cidade de Cocalinho, recebeu investimentos de mais de R$ 64 milhões

Obra de pavimentação da GO-454, no trecho que liga a GO-164 à divisa entre Goiás e Mato Grosso, na cidade de Cocalinho, recebeu investimentos de mais de R$ 64 milhões

“Isso aqui é um sonho para nós, pode ter certeza que a partir de hoje o senhor também é pai de parte do Mato Grosso”, disse o prefeito de Cocalinho (MT), Márcio Conceição Nunes de Aguiar, o Baco, ao agradecer o governador Ronaldo Caiado pela iniciativa. “Mais uma obra que iniciou há pouco tempo e já está quase terminando”, ressaltou o prefeito de Nova Crixás, Lázaro Valdivino da Silva, o Paraíba da Farmácia, que lembrou que a atual gestão tem contemplado a região do Vale do Araguaia com muitos investimentos.

A rodovia também beneficia o escoamento da produção agropecuária e impulsiona o turismo na região do Rio Araguaia, que recebe milhares de visitantes. “Esse investimento que tem sido feito aqui na região, tão esquecida ao longo dos anos, é o que levará o governador a um projeto político nacional”, salientou o prefeito de Aruanã, Hermano de Carvalho.

Governador Ronaldo Caiado durante vistoria à obra de pavimentação da GO-230, no trecho que vai do entroncamento com a GO-070 ao Distrito de Lua Nova, em Matrinchã

Governador Ronaldo Caiado durante vistoria à obra de pavimentação da GO-230, no trecho que vai do entroncamento com a GO-070 ao Distrito de Lua Nova, em Matrinchã

A pista é construída em espessura reforçada, em concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) e possui 11 metros de largura, sendo sete metros de pista e quatro metros de acostamento. “Essa rodovia é no padrão do governador e a exigência que ele faz a todos nós é que ela tenha segurança, trafegabilidade e durabilidade”, destacou o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Lucas Vissotto.

GO-230
Na segunda vistoria, o governador conferiu os trabalhos de terraplenagem e pavimentação da GO-230, no trecho que vai do entroncamento com a GO-070 ao Distrito de Lua Nova, em Matrinchã. Com uma extensão total de 14,4 km, a obra representa um investimento de R$ 27,89 milhões. A execução, assim como da GO-454 é da Goinfra, sob a supervisão da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra).

“Eu acredito que quando a gente trabalha com espírito público as coisas acontecem”, sublinhou Caiado. Lucas Vissoto reforçou o direcionamento do Estado: “Por determinação do governador não tem nenhuma obra parada no estado”.

A prefeita de Matrinchã, Ivânia Fernandes, relatou que a obra é esperada há muitos anos, pois a região é penalizada no período das chuvas. “Nós tínhamos que colocar máquinas para arrastar os carros, não tinha meio de chegar comida ao povoado, nem como transitar os caminhões. Hoje o município está em festa”, agradeceu.

Matrinchã já foi contemplada com melhorias na infraestrutura, incluindo o melhoramento da GO-070 até a Serra do Lambari e a sinalização da GO-070 do entroncamento com a GO-230 até o início do perímetro urbano. Foram implantadas ainda duas pontes na GO-230, uma no distrito de Lua Nova e outra no entroncamento com a GO-164.

Fotos: André Saddi e Wesley Costa – Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Comentários do Facebook

Caldas Novas

Projeto Circo de Pau-Fincado chega em Caldas Novas e Rio Quente 

Publicados

em

Iniciativa tem patrocínio da Equatorial Goiás que, somente neste ano, contemplou 20 projetos culturais, somando mais de R$ 5 milhões 
O projeto Circo de Pau-Fincado chega, nos próximos dias, em Caldas Novas e Rio Quente, dando continuidade para a turnê que irá passar por 21 cidades do Estado, com o patrocínio da Equatorial Goiás.
Nesta terça-feira (4) a trupe se apresenta no Pestalozzi de Caldas Novas, em dois horários: às 9h30 e às 14h. Já na quarta-feira (5), no Rio Quente, as apresentações serão às 9h, às 10h e às 14h, no Centro Cultural do município.
Os espetáculos são idealizados pelo grupo circense Tito Trupe Show e contam com palhaços, shows de mágicas, malabarismo, contorcionismo, equilibrismo e clown. O Circo de Pau-Fincado surgiu por volta do ano de 1920, quando Goiás se tornou rota importante para muitos circos. Seu diferencial era ser um circo de madeira que conseguia chegar em locais nunca visitados por nenhum outro grupo de artistas.
Valorização da cultura
A Equatorial Goiás é a principal patrocinadora de projetos culturais apoiados pelo Programa Estadual de Incentivo à Cultura – Goyazes – do Governo de Goiás. Em um ano de atuação no Estado, a distribuidora de energia disponibilizou R$ 12 milhões para fomentar a cultura goiana, por intermédio do Projeto E+ Cultura, que patrocinou 45 iniciativas. O montante equivale a 30% dos R$ 40 milhões direcionados pelo Programa Goyazes, que contemplou quase 300 projetos artísticos-culturais em mais de 75 municípios.
Em fevereiro, a companhia deu início ao primeiro ciclo de projetos patrocinados de 2024. Foram contempladas 20 propostas, que somam mais de R$ 5 milhões em patrocínios via Goyazes.
As iniciativas contempladas em 2024 são: Goiás em Palco – Cultura Itinerante; X Favera – Festival Audiovisual Vera Cruz; Escola de Break de Goiânia; Tradicionais do Picadeiro – Circo Show!; Circuito Universitário – Fernando Perillo e Banda Kalunga/ Ponce Duo Instrumental; Festival de Música para Infância e Juventude; Zabumba Beach Tour 2024 Circuito; Parceria – 30 anos; Festival de Teatro Para Infância e Juventude; Festival Música no Prato; Circo de Pau-Fincado; XIV Festival Gastronômico de Pirenópolis; 25º Encontro de Catira, Folia, Fiandeiras e Violeiros; Circus Tur – A arte em festejo em pequenos vilarejos; Festival de Música – Talentos Goianos; All Sax; Semana Santa de Goiás – 279 anos; projeto Cria.Ativa, Projeto Meu Nome é Mãe e o Educanto III.
          Sobre a Equatorial Goiás  
A Equatorial Goiás é uma empresa que pertence à holding Equatorial Energia, 3º maior grupo de distribuição de energia do País, com 7 concessionárias que atendem mais de 14 milhões de clientes. Somente em Goiás são cerca de 3,5 milhões de clientes, localizados em 237 municípios do Estado e abrangendo 98,7% do território estadual, com cobertura de uma área de 336.871 km².
Comentários do Facebook
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA